Mem

From Wiki
Jump to: navigation, search
Posição no Lamen
Posição na Árvore
Arcano do Enforcado
  • Título: O redentor das Águas.
  • Inteligência: Inteligência Estável.
  • Posição: Une as Sephiroth Geburah a Hod.
  • Significado: água.
  • Valor Gematrico: 40.
  • Anjo: Gabriel.
  • Qliphoth: Malkunofat.
  • Runa: Isa.
  • Cor: Azul.
  • Incenso: mirra, onycha.
  • Animais: águia, escorpião, serpente.
  • Seres lendários: ninfas, ondinas.
  • Pedras: Aquamarine.
  • Plantas: lótus, lírio.
  • Árvore: Willow.
  • Correlação: Água.
  • Arcano do Tarot: O Enforcado.
  • Correspondência no corpo humano: órgãos de nutrição.
  • Doenças: calafrios.
  • Poderes Magickos: criação de talismãs, cristais.
  • Símbolo Mágicko: vinho consagrado.
  • Rituais: meditação e suspensão das atividades mentais. Subconsciente.

Descrição

O 23º Caminho é o da INTELIGÊNCIA ESTÁVEL, chamado assim porque tem a virtude da consciência entre todas as numerações.

Este caminho une a mente concreta de Hod com a de Geburah cujos processos mentais e intelectuais nem sempre são construtivos, pois a esfera poderosa de Marte (Geburah), é a força que destrói e reconstrói; dá os vislumbres da visão da visão do poder, da veracidade que é imposta pela energia e valor.

Para entender um Caminho é importante conhecer profundamente as esferas a ele conectadas. A função sempre se baseia na dualidade em que um pólo é positivo e o outro negativo cuja resultante produz uma terceira força funcional.

Em Hod nós temos a tesouraria de imagens concretas onde as formas aparecem neste caminho, estas formas são encorajadas pelo poder que é a característica de Marte.

Neste Caminho o Mago canaliza o poder de ação a suas formas-pensamentos, para modificar ou motivar sua psique ou condições do seu destino. Adquire o controle racional sobre as poderosas energias corretivas de Geburah. Todos os poderes da mente podem ser postos em ação a favor do processo evolutivo da humanidade.

Seria desejável que estas energias fossem usada pela humanidade construtivamente, o que nem sempre foi o caso até hoje. Infelizmente a energia desequilibrada não foi dominada pelos humanos e nós podemos ver os seus efeitos desastrosos na corrupção, desde os mais altos níveis de governo até no mais simples: tirania, maldade e destruição.

Cada pessoa traz sim a capacidade latente de realizar aqui e agora o seu Éden, bastando compreender uma lei tão simples que ensina que a liberdade da pessoa termina onde a do outro começa. A esfera mental coletiva é povoada pelas formas-pensamentos criadas pela humanidade, que atuam sobre tudo o que é criado. É ela a única responsável pelas condições miseráveis do lodaçal em que vivem. Pensam muitos que porque eles atuam sem erros, acreditam não fazer o mal. Puro engano. O pensamento é uma força interior que produz à ação. Pensando em condições de violência, esta tende a manifestar se visivelmente.

Do ponto de vista ocultista, os pensamento-forma que são parte integrante do inconsciente atuam sobre o ser, chegando a imprimir diretrizes em sua vida; inversamente, através dos processos mentais, o homem cria formas nos planos internos. Quando for uma mente treinada, estas imagens são fortes e poderosas, muito mais que as formados pelo homem comum, pensamentos passageiros com pouca ou nenhuma forma e força, sem constituir estrutura. Em geral, os pensamentos carregados pela emoção negativa de ódio ou raiva, têm maior poder de ação que os outros; assim os pensamentos estão carregados com energia emocional que os qualifica, podendo ser bom ou ruim, dependendo da psique e das qualidades que os geram. Eles constituem os elementos artificiais, usado na magia. A totalidade dos pensamentos pessoais de cada ser, emoções, cores de aura, atitudes, se integram na atmosfera ambiental na qual ele vive.

Pelo exposto, a pessoa pode ter uma idéia da força do pensamento, do que ele é e da sua importância; do mal que se pode fazer com os pensamentos ruins, poluindo e infetando a alma-grupal racial, o inconsciente coletivo. Cada ser é responsável não só pelo carma pessoal, mas também do coletivo. É importantíssimo o domínio dos pensamentos e emoções, evitar que eles escapem ao controle consciente. E isto exige treinamento.

Como a água é um princípio reflexivo, é em Hod onde são refletidas as imagens espirituais dos níveis superiores e adquirem forma precisando ser analisadas e entendidas. Estes princípios livres de tabus mentais ou opiniões falsas, animadas pela energia de Geburah corretamente equilibrado, contribuirão para a estabilidade da Individualidade que adquire a capacidade de ver os dois aspectos da realidade; de ver o que és e o que deveria ser.

O Espírito das Águas Poderosas, título do Arcano XII, o Enforcado, dá a teoria do 23º Caminho. É o portal da fraternidade em que se sacrifica o seu bem-estar pelo bem do próximo, enquanto trazendo o conhecimento dos níveis superiores para transferi-los aos níveis inferiores, como amostra a figura da pessoa Enforcada pelo pé esquerdo, com a cabeça para baixo. A perna direita curvada cruza a esquerda pela parte de trás; os braços são cruzados por trás dos ombros, o formando um triângulo cujo vértice é a cabeça. Também representa que os valores dos mundos superiores são inversos ao dos mundos inferiores. O Enforcado pende de uma viga sustentada por dois troncos que têm seis nós ou folhas, cada um,; os troncos representam a dualidade do mundo manifestado e os nós os 12 signos zodiacais. Ele é o mensageiro do mundo astral superior ao físico inferior.

O elemento água, significado espiritual do 23º Caminho é a letra Mem que simboliza água, a chave desta senda, muito associado ao XII Arcano cujo título é Espírito das Águas Poderosas que são refletidas nas águas da mente concreta. Hod é compreendido como sendo o Bem do Conhecimento. As Águas Poderosas Vertidas na mente fluem de Binah, o Grande Mar.

Links Externos

  • [1] - Texto Original

Kabbalah