Difference between revisions of "Anjos Cabalísticos"

From Wiki
Jump to navigationJump to search
Line 23: Line 23:
 
* 13 - [[Yesalel]]
 
* 13 - [[Yesalel]]
 
* 14 - [[Mebahel]]
 
* 14 - [[Mebahel]]
 
+
* 15 - [[Hariel]]
 +
* 16 - [[Hekamiah, Hacamiah]]
  
  
 
[[category:Anjos Cabalísticos]]
 
[[category:Anjos Cabalísticos]]
 
[[category:Kabbalah]]
 
[[category:Kabbalah]]
 +
 +
 +
==Tronos==
 +
Acolhem em si a Grandeza do CRIADOR e a transmitem aos Santos Anjos de graus inferiores. São chamados "Sedes Dei" (Sede de DEUS). Em síntese, os Tronos são aqueles Santos Anjos que apresentam aos Coros inferiores, o esplendor da Divina Onipotência.
 +
 +
* 17 - [[Lauviah]]
 +
* 18 - [[Caliel]]
 +
* 19 - [[Leuviah]]
 +
* 20 - [[Pahaliah]]
 +
* 21 - [[Nelchael]]
 +
* 22 - [[Ieiaiel]]
 +
* 23 - [[Melahel]]
 +
* 24 - [[Haheuiah]]

Revision as of 17:31, 4 June 2010

Serafins

O nome "seraph" deriva do hebreu e significa "queimar completamente". Segundo o conceito hebraico, o Serafim não é apenas um ser que "queima", mas "que se consome" no amor ao Sumo Bem, que é o nosso DEUS Altíssimo.

Na Sagrada Escritura os Santos Anjos Serafins aparecem somente uma única vez, na visão de Isaias: (Is 6,1-2)

Querubins

São considerados guardas e mensageiros dos Mistérios Divinos, com a missão especial de transmitir Sabedoria. No início da criação, foram colocados pelo CRIADOR para guardar o caminho da Árvore da Vida.(Gn 3,24) Na Sagrada Escritura o nome dos Santos Anjos Querubins é o mais citado, aparecendo cerca de 80 vezes nos diversos livros. São também os Querubins os seres misteriosos que Ezequiel descreve na visão que teve, no momento de sua vocação: (Ez 10,12) Quando Moisés recebeu as prescrições para a construção da Arca da Aliança, onde o SENHOR habitou, o trono Divino foi colocado entre dois Querubins: (Ex 25,8-9.18-19) Estas considerações atestam que os Querubins são conhecedores dos Mistérios Divinos.


Tronos

Acolhem em si a Grandeza do CRIADOR e a transmitem aos Santos Anjos de graus inferiores. São chamados "Sedes Dei" (Sede de DEUS). Em síntese, os Tronos são aqueles Santos Anjos que apresentam aos Coros inferiores, o esplendor da Divina Onipotência.