Difference between revisions of "Papa Paulo VI"

From Wiki
Jump to navigationJump to search
Line 1: Line 1:
[[image:Papas-Paulo-VI.jpg|400px|thumb|right|Papa Paulo VI]]
+
[[image:Papas-Paulo-VI.jpg|300px|thumb|right|Papa Paulo VI]]
  
 
'''Papa Paulo VI''' (em latim: ''Paulus PP. VI''; Italiano:. ''Paolo VI''), nascido ''Giovanni Battista Enrico Antonio Maria Montini'' (26 de setembro de 1897 - 6 de Agosto de 1978), foi Papa da Igreja Católica e Soberano da Cidade do Vaticano entre 1963 a 1978. Como o [[Papa João XXIII]] - seu predecessor - que convocou o segundo concílio do Vaticano, ele decidiu continuá-lo. Promoveu a melhoria das relações ecumênicas com os ortodoxos, anglicanos e protestantes, o que resultou em muitos encontros e acordos históricos.
 
'''Papa Paulo VI''' (em latim: ''Paulus PP. VI''; Italiano:. ''Paolo VI''), nascido ''Giovanni Battista Enrico Antonio Maria Montini'' (26 de setembro de 1897 - 6 de Agosto de 1978), foi Papa da Igreja Católica e Soberano da Cidade do Vaticano entre 1963 a 1978. Como o [[Papa João XXIII]] - seu predecessor - que convocou o segundo concílio do Vaticano, ele decidiu continuá-lo. Promoveu a melhoria das relações ecumênicas com os ortodoxos, anglicanos e protestantes, o que resultou em muitos encontros e acordos históricos.

Revision as of 22:15, 9 November 2010

Papa Paulo VI

Papa Paulo VI (em latim: Paulus PP. VI; Italiano:. Paolo VI), nascido Giovanni Battista Enrico Antonio Maria Montini (26 de setembro de 1897 - 6 de Agosto de 1978), foi Papa da Igreja Católica e Soberano da Cidade do Vaticano entre 1963 a 1978. Como o Papa João XXIII - seu predecessor - que convocou o segundo concílio do Vaticano, ele decidiu continuá-lo. Promoveu a melhoria das relações ecumênicas com os ortodoxos, anglicanos e protestantes, o que resultou em muitos encontros e acordos históricos.

Montini serviu no departamento de estado do Vaticano entre 1922 até 1954. Enquanto no Departamento de Estado, Montini e Domenico Tardini foram considerados os mais próximos e influentes colaboradores do Papa Pio XII, que o nomeou em 1954 como arcebispo da maior diocese italiana de Milão. João XXIII elevou-o ao Colégio dos cardeais em 1958, e após sua morte, Montini foi considerado um dos mais prováveis sucessores.

Ele escolheu o nome de Paulo, que indica uma renovada missão mundial para espalhar a mensagem de Cristo. Ele re-abriu o Segundo Concílio do Vaticano, que foi fechado com a morte de João XXIII. Depois, o Conselho concluiu seu trabalho, Paulo VI tomou conta da interpretação e aplicação de seus mandatos, muitas vezes andando no limite entre as expectativas conflitantes dos vários grupos dentro da Igreja Católica Romana. A magnitude e profundidade de suas reformas afetaram todas as áreas da vida da igreja durante seu pontificado, excedendo reformas similares de seus sucessores e predecessores.

Paulo VI era um devoto mariano, falando várias vezes para congressos e reuniões Marianas, visitando santuários marianos e de emitindo três encíclicas marianas. Seguindo seu famoso predecessor Ambrósio de Milão, ele nomeou como Maria a mãe da igreja durante o Concílio do Vaticano. Paulo VI procurou dialogar com o mundo, com outros cristãos, outras religiões, o ateísmo, sem excluir ninguém. Ele via-se como um humilde servo de uma humanidade sofredora e exigiu mudanças significativas dos ricos na América e Europa em favor dos pobres no Terceiro Mundo.

Suas posições sobre o controle da natalidade (Humanae Vitae) e outras questões foram controversas na Europa Ocidental e América do Norte, mas alguns o apoiaram na Europa Oriental e na América Latina. O seu pontificado decorreu durante as mudanças revolucionárias no mundo, revoltas estudantis, a Guerra do Vietnã e outros transtornos. Paulo VI tentou entender tudo, mas ao mesmo tempo, defender o depósito da fé como lhe foi confiada. Morreu em 06 de agosto de 1978. O processo diocesano de beatificação de Paulo VI teve início em 11 de maio de 1993.

Século XX