Papus

From Wiki
Imagem de Papus

Gérard Anaclet Vincent Encausse, mais conhecido pelo pseudônimo de Papus (Corunha, 13 de Julho de 1865 — Paris, 25 de Outubro de 1916) foi um médico, escritor, ocultista, rosacrucianista, cabalista, e maçom. Fundou o martinismo moderno, ainda continuado nos dias de hoje na Tradicional Ordem Martinista - TOM.

Biografia

Filho de pai francês, o químico Louis Encausse, e de mãe espanhola, de origem cigana, a senhora Irene Perez, desde 1869 se mudou com a família para o bairro de Montmartre, em Paris. Estudou primeiramente no colégio Rollin e, depois, com 17 anos, começou a freqüentar a Faculdade de Medicina de Paris, onde se graduou com sua tese de doutorado sobre moléstias nervosas, um verdadeiro tratado sobre o assunto.

Teve sua crise de materialismo ainda nos tempos de faculdade, porém o contato mantido com alguns membros de diversas ordens ocultistas, dentre eles Stanislas de Guaita, transformou a mera curiosidade em legítimo e profundo interesse pelos assuntos do Ocultismo. Teve como seu iniciador o Marquês Saint Yves d'Alveydre.

Ainda jovem, começou a estudar os segredos ocultistas, passando horas na Biblioteca Nacional de Paris ou na Biblioteca do Arsenal, analisando os segredos da alquimia e da Cabala. O nome "Papus" (nome do gênio da medicina no "Nuctemeron", de Apolonio de Tiana) foi adotado por influência de Eliphas Levi, e identifica uma entidade espiritual dedicada à terapia. Em 1882 foi iniciado por Henri Delaage na Sociedade dos Filósofos Desconhecidos, ordem fundada por Louis Claude de Saint-Martin, no século XVIII, na França.

Faleceu em 25 de outubro de 1916 de uma grave enfermidade contraída nas linhas de batalha da Primeira Grande Guerra, onde atuou como major-médico.