Paganalia

From Wiki
Jump to navigationJump to search
28-01-2009 - Paganalia.jpg

Post rápido só para lembrar aos celtas e romanos de plantão que hoje é dia de Paganalia, a tradicional festa de preparação do solo para o plantio, em homenagem a Ceres e Tallus Mater. Dia propício para fazer um pedido que você deseje muito, escrevê-lo em uma fita amarela e amarrar nos galhos de uma árvore que dê frutos (se quiser ser mais específico, em uma macieira, mas qualquer árvore de frutos serve). Engraçado como esta tradição celta é muito similar à tradição japonesa do Tanabata. E por uma razão: Ambas as festas organizam os calendários solares e lunares.


Como você pode imaginar, o ano solar é composto de 365 dias mais uns quebrados. O ano lunar é composto de 13 meses de 28 dias. 13×28 = 364 dias, então ficava faltando um dia para acertar os dois calendários, que tradicionalmente era realizado neste período do ano pelos celtas e no meio de julho pelos japoneses (sétimo dia do sétimo mês lunar).

É desta conta que surge aquela frase muito conhecida na magia, e repetida pelas wiccas de boutique aqui do Brasil de “Um ano e um dia” como duração para qualquer simpatia das revistinhas. Um ano e um dia era a conversão do ano lunar para o ano solar e era (é) usada na iniciação de um mago nos mistérios celtas. Todo o processo do primeiro grau demora exatos 13 Esbaths, ou treze luas cheias, ou um ano completo lunar, e um dia. A cada Esbath, uma prova a ser concluída, relacionada com o signo referente.

Neste dia, o povo comemorava, transava e bebia, além de desejar a paz e a prosperidade a todos que fossem cuidar do campo e da futura plantação.

Então, crianças, divirtam-se no dia de hoje, mas lembrem-se: se vocês forem beber, usem camisinha, e se transarem, não dirijam!